domingo, 24 de abril de 2011

Seitan com molho de mostarda

Mostarda é vida. E descobri isso graças a Thaty Marcondes, que faz a vida dos vegetarianos (e as dos não vegetarianos também) mais feliz sempre que nos chama para almoçar na casa dela. Ela é responsável por essa receita delícia, que eu tento imitar mas que nunca fica tão boa quanto a dela. Originalmente, a receita é PTS ao molho de mostarda, mas resolvi testar com seitan, para ver como ficava. Tenho que dizer que fica bom, mas com PTS fica muito melhor.


Seitan
A receita básica do seitan está nesta postagem, mas também dá para fazê-lo com farinha de glúten, o que facilita muito a vida da cozinheira. Se você tem a farinha de glúten, que pode ser encontrado em lojas de produtos naturais e a granel, é só misturar um copo dela com duas colheres de chá de sal, temperos ( eu uso paprica e cúrcuma), com aproximadamente um copo de água com duas colheres de óleo. Vale lembrar que a quantidade de água na massa influencia na consistência do seitan. Para um seitan mais firme, use menos água (1 copo). Para um seitan mais macio, use mais água (1 copo e meio).

Mistura tudo até formar uma massa uniforme e reparta a massa em duas partes para facilitar o cozimento. Leve para cozinhar em água com 1 colher de extrato de tomate e 2 colheres de shoyu por cerca de 40 minutos na panela de pressão ou por 1h20 em uma panela normal. Depois de pronto fatie como preferir e use normalmente.

Molho de Mostarda
Com o seitan fatiado ou a PTS hidratada em mãos (cerca de duas xícaras) o processo é o mesmo. Para esta parte da receita você vai precisar de:
PTS ou seitan
1 dente de alho picado
1 rodela de cebola picada
2 colheres de creme vegetal
1 caixa de creme de soja (também dá para fazer com leite de soja, caso você prefira)
2 colheres de mostarda (mais ou menos, depende se você gosta do molho mais forte ou mais suave). Eu uso a Mostarda com Ervas Finas da Hemmer

Frite o alho e a cebola no creme vegetal. Adicione o seitan ou a PTS, deixe dourar. Em seguida, acrescente a  mostarda e o creme de soja. Coloque sal a gosto e pronto. Ai ai, a vida é bem melhor depois de experimentar essa delícia!





sexta-feira, 22 de abril de 2011

Feijoada Vegan

Um evento que consta no nosso calendário é a tradicional feijoada vegetariana do Jeferson, que é realizada há vários anos para comemorar o aniversário do mesmo, no dia 11 de fevereiro, e que cada vez atrai mais convidados. A edição deste ano contou com presenças ilustres vindas de diversas partes do país (ahmm) e estava muito boa, pra variar. O dia não muito quente colaborou para o sucesso da edição 2011 da Tradicional Feijoada do Jeferson. A receita da feijoada eu tinha em um livrinho, que ganhei de alguma marca de PTS. Mas não sei onde ele está e já faz muito tempo que não preciso consultá-lo para fazer a feijoada. Confira, abaixo, a receita dessa delícia.


A quantidade varia de acordo com o número de convidados. Neste ano, havia mais de 15 pesssoas na nossa lista e usei a seguinte medida:

1 quilo e meio de feijão preto
2 cebolas grandes cortadas em cubinhos
5 dentes de alho fatiados
Óleo para fritar os temperos
Cheiro Verde (salsinha e cebolinha)
3 xícaras de PTS grossa já hidratada e sem água
4 cenouras média cortadas em rodelas
4 mandioquinhas salsa cortadas em rodelas
Tempero baiano (cominho, pimenta e outros temperos mais)
Sal a gosto

Para começar, tem que deixar o feijão de molho em uma bacia com água de um dia para o outro. Escorra o feijão e o coloque na panela de pressão com água suficiente para cozinhá-lo (cobrindo os grãos). Cozinhe na pressão contando 15 minutos depois que a panela começar a apitar. Desligue o fogo, espere a pressão sair e reserve.

(Eu não costumava cozinhar o feijão antes já que fazia a feijoada na panela de barro da minha sogra, mas como desta última vez a quantidade de feijão era muito grande, tive que alterar o preparo).

Em uma panela (praticamente um caldeirão, neste caso), frite a cebola e o alho em um pouco de óleo. Acrescente o feijão e deixe cozinhar mais um pouco. Acrescente os legumes e a PTS. Deixe cozinhar mais um pouco, acrescentando água fervente caso seja necessário. Adicione sal e o cominho e espere o caldo engrossar. Quando estiver quase pronta, adicione o cheiro verde picado e misture bem.



Sirva com arroz, couve refogada, farofa e laranja. Nhammmmm.



terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Seitan ao forno



Todo dia uma dúvida ronda essa casa. O que fazer para jantar? Pensando no jantar do dia seguinte, comecei a preparar o seitan na noite anterior, sem saber ao certo o que faria com ele e o que saiu foi essa receita de seitan com batatas ao forno e que ficou bem delícia.




A receita do seitan, ou glúten, é a seguinte:

Meio quilo de farinha de trigo (ou mais ou menos quatro xícaras)
1 xícara e meia de água

Misture a água com a farinha até que a massa fique homogênea. Faça uma bola com a massa e deixe de molho por volta de oito horas em uma bacia com água.

Depois do molho, lave a massa corrente. Para facilitar, utilize um escorredor de macarrão e uma bacia cheia de água. Assim, você pode mexer com a massa na água sem se preocupar em perder pedaços do seitan. Troque de água com frequência, já que a medida em que se mexe na massa, a água vai ficando branca, por causa do amido. Conforme o amido da farinha sai, a massa fica com um aspecto elástico, esse é o seitan. O ponto ideal é quando a água da lavagem do seitan esteja transparente.

Deixe o seitan escorrer e modele conforme o seu desejo. Eu tentei fazer uma uma bolinha bem compacta, pra facilitar na hora de assar e cortar.

Cozinhe o seitan em panela de pressão com água e temperos por cerca de 20 minutos depois que a panela começa a apitar. Para o cozimento, eu usei água, shoyu, cebola, alho, cebola e molho de tomate, tudo no olho, de forma com que a água cubrisse o seitan.


Depois de cozido, armazene o seitan na geladeira junto com o molho no qual foi cozido até na hora de usá-lo.

Corte batatas em cubos e leve para cozinhar com água e sal, até que elas estejam macias. Em uma assadeira untada com óleo, coloque as batatas e o seitan e regue os ingredientes com o molho do seitan. É interessante fazer alguns furos no seitan, para que o molho seja melhor absorvido. Leve ao forno médio até que as batatas e o seitan estejam dourados. Nhammmm.



terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Bolo Vegan de Aniversário


No mês passado foi meu aniversário e eu estava precisando muito de um bolo destes. Todo mundo elogiou e eu achei que ficou bem delícia mesmo. O mais importante é que eu superei meu trauma em relação ao leite condensado de soja da Olvebra, rs. É bom e para mim tem gosto de picolé de leite condensado normal.

Bom, a receita. Para a massa do bolo usei uma receita de cupcakes veganos da chef vegan Martha Gonzales, que trabalha em um restaurante de São Paulo.

Fiz uma receita e meia e fiz algumas alterações, como menos açúcar, essas coisas. A receita é essa aqui, ó:

1 copo de medidas quase cheio de Farinha
1 copo de medidas quase cheio de Cacau em pó
1 copo de leite de soja
1 copo de açúcar açucar
2 colheres de óleo
1 colher de vinagre branco
1 colher de fermento químico em pó

Modo de fazer:
Primeiro misture todos os ingredientes secos, começando pela farinha. Não esqueça de peneirar a farinha e o cacau para evitar que fique empelotado. Misture bem os dois.
Em uma panela, leve ao fogo o leite de soja e o açúcar. Esquente e mexa até dissolver o açúcar.
Em seguida, coloque o leite com o açúcar em uma bacia. Acrescente o óleo e o vinagre e misture bem até ficar com uma espuminha. Em seguida, vá acrescentando aos poucos a farinha com cacau e bata a massa. Depois que a massa estiver batida, acrescente o fermento em pó e misture sem bater.
Untar uma assadeira com óleo e farinha, despeje a massa e leve o bolo para assar a forno pré-aquecido a 200 graus, mais ou menos.

Recheio
1 pacote de coco ralado seco sem açúcar
1 lata de leite condensado de soja (Olvebra)
Morangos picados

Corte o bolo ao meio. O ideal é que o bolo esteja frio nesta etapa. Misture os dois ingredientes em um recipiente e recheie o bolo. Coloque os morangos e em seguida coloque a metade da massa por cima.

Eu não usei morangos dentro, mas acho que fica melhor já que o recheio é bem doce.


Cobertura
1 barra de chocolate meio-amargo (usei a da Garoto, que não tem leite nos seus ingredientes)
1 caixinha de creme de soja
1 caixa de morango

Rale o chocolate. Leve ao fogo em banho-maria para derreter. Em seguida, vá acrescentando o creme de soja e mexendo até que a mistura fique uniforme.
Cubra o bolo com a ajuda de uma faca e use os morangos para decorar.